"DOESN'T MATTER IF IT'S OUT OF TUNE, CAUSE YOU'RE COOL!"

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

O Deus do meu nome


Caminho pela noite, já é quase meia-noite
um amargo sentido sem brilhos
reflete assim,
espelha pra mim

até partir e surgir com os seguintes dizeres:
"Eu sou uma imagem desaparecida.
O homem que possuía a noite
mesmo pretendendo integrar-se ao dia"

Percebo aí um novo caminho sanguíneo
que não representam mais aos meus poros,
tendo poder de me olha nos olhos
dizendo-se ser meramente bucólico.


Estou sentando sobre o chão
vejo algumas sombras em meus olhos
um local sem espelhos ou refúgios
Então noto. Eu sou um eremita pagão



2 comentários:

Angélica Lins disse...

Estive aqui e gostei muito do que vi. =)

Abraço e boa semana!
Continue postando, tens mais uma seguidora.

Jel S. disse...

Que lindos e fortes versos *-*
Gostei do blog e da temática da sua escrita. Vou seguí-lo!
Obrigada por comentar lá no meu blog, volte sempre que quiser! :)
beijo =*
__
http://planetabandonado.blogspot.com/

Quem sou eu

A definição de si própria qnd é informada de jeito direto soa como prepotência ou arrogância. Pq o acreditar em suas próprias qualidades tem o significado de ser sincero com os outros assim como vc é pra si mesmo. A beleza da coisa ta na boa e firme conduta do seu eu (tanto externo como interno, indiferentemente). Traduzido: Seja você mesmo o mais foda possível. É assim que eu sou. Sincero ao extremo, irônico, sarcástico, não-linear, e com todo orgulho do mundo: Rafael.

Seguidores

Pesquisar